Consórcios Agroecológicos - produção de alimentos saudáveis

Nome da Organização

ESPLAR - Centro de Pesquisa e Assessoria

Autor

Andrea Sousa Lima

Localização

Rua Princesa Isabel, nº 1978 - Bairro: Benfica - CEP: 60015-035 - Fortaleza / CE

Áreas de Atuação

Agricultura Familiar; Gênero, na perspectiva feminista; Agroecologia; Água e qualidade de vida; Consórcios agroecológicos; Educação do Campo; Quintais Produtivos; Sementes Crioulas; Soberania e Segurança Alimentar; Algodão Agroecológico

Resumo

Os consórcios agroecológicos são desenvolvidos desde o ano de 1993 no estado do Ceará por agricultoras e agricultores familiares. Eles formam um sistema de policultivo das culturas de milho, feijão, gergelim, algodão (entre outras) que visa a geração de renda, fortalece a inserção no processo de certificação orgânica participativa, a segurança alimentar das famílias participantes, a redução de impactos danosos a saúde ocasionados pelo uso dos agrotóxicos e transgênicos e fortalece a conservação dos recursos naturais envolvidos durante o processo. Em relação a saúde, promove a produção e consumo de alimentos cultivados de forma agroecológica, valoriza e fortalece as sementes e hábitos alimentares regionais, a produção em consórcios agroecológicos tem como prática a eliminação do uso de sementes híbridas e tratadas com agrotóxicos em seus plantios.

Público Alvo

215 agricultores/as

Local da Implementação da Solução

Sertão dos Crateús e Sertão Central, Ceará

Abrangência

Local

Parceiros

Sindicatos de Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (STRAAF), Associação de Desenvolvimento Educacional e Cultural de Tauá (ADEC), Instituto C&A

Período de Desenvolvimento da Solução

Desde 2003

Quais foram as principais influências na construção da Solução?

Organização comunitária, produção em consórcios, eliminação do uso de sementes híbridas e tratadas com agrotóxicos, consumo de alimentos saudáveis.

Quais os principais resultados observados (até agora)?

A produção em consórcios incentiva a prática agroecológica nos agroecossistemas de agricultores e agricultoras familiares, favorecendo a biodiversidade local, a troca de saberes por meio da formação de agricultores/as sobre práticas de manejo e conservação do solo e água, produção, beneficiamento da produção de gergelim e utilização de protetores e fertilizantes naturais, a saúde familiar pelo consumo de alimentos saudáveis. O Esplar passou a incentivar o cultivo e a produção de policulturas em consórcios utilizando técnicas agroecológicas, conservação da água e solo o adubação orgânica; acompanha 215 agricultores/as através do projeto de desenvolvimento "Consórcios Agroecológicos com algodão Mocó: uma alternativa em tempos de mudança climática" que busca a melhoria das oportunidades de produção para agricultores/as familiares em seis municípios cearenses.

Status atual da solução

Em aplicação

Houve algum obstáculo na concepção/implementação da Solução?

Não.

A Solução possui potencial de escalonamento? Quais?

Produção de alimentos diversos em consórcios, eliminação do uso de sementes híbridas e tratadas com agrotóxicos, organização comunitária

A Solução possui potencial de replicabilidade? Quais?

Forma de organização comunitária, certificação participativa, a produção de alimentos saudáveis de forma agroecológica, comércio justo

Informações sobre a solução

Pergunta: Sim Não
A Solução aborda o uso sustentável de recursos, as áreas naturais e o conhecimento tradicional? -
A Solução aborda problemas de pobreza? -
A Solução aborda os desafios dos direitos humanos, a justiça social, a equidade para todos os povos? -
A Solução aborda a discriminação de gênero? -
A Solução respeita/inclui direitos de povos indígenas e comunidades locais? -
O projeto contribui no fortalecimento do trabalho e renda? -
A Solução estabelece rotas de acesso à informação e para consulta pública? -
Promove a resolução pacífica de conflitos? -
A metodologia utilizada é inovadora? -
A Solução possui uma sistematização/metodologia/passo a passo? -
Ocorre a troca de informações? -
Formou agentes disseminadores do projeto? -

Galeria de Fotos